exercício

Saindo do Zero: Tentando me exercitar

Há tempos venho sentido  indisposição no dia-a-dia devido à falta de atividade física, maus hábitos alimentares e péssima rotina de sono.

Como claramente o aspecto físico vinha afetando o lado emocional (cansaço, apatia, mal humor) resolvi aos poucos colocar em ordem minha saúde começando com exercícios de baixo impacto.

Pra isso, fui atrás de informações que me dessem um certo embasamento sob uma perspectiva biológico-funcional sobre como o corpo reage com a prática de atividade física. Já que, ao meu ver, a compreensão de como o organismo funciona garante que eu não apenas entenda a lógica por detrás das atividades, mas também sirva como motivacional para continuar, uma vez que entenderei os benefícios de se manter uma rotina.

Lendo artigos e pesquisas procurei entender, por exemplo, como a liberação de endorfina e serotonina atuam sobre o cérebro;  como o fortalecimento muscular influencia na qualidade de vida, o reflexo disso além dos músculos, etc.

Não pratico exercício há anos, no máximo ando cerca de 1 km todos os dias, além de subir alguns lances de escada devido ao trajeto que faço, mas não conto isso como exercício, pois é uma simples falta de opção no trajeto. Assim, optei por começar a me exercitar do modo clássico: assistindo vídeo no youtube.

Eu já havia encontrado na internet alguns canais sobre o assunto, mas dentre os que vi, poucos possuíam a organização  e didática necessárias  para manter uma pessoa despreparada como eu  se exercitando por mais do que alguns dias. Então me lembrei de um canal que havia encontrado há tempos, o  Blogilates (fazendo propaganda gratuita aqui) que também possui um site com várias informações e artigos com antes e depois de algumas pessoas que seguiram os planos propostos no site.

Os vídeos para iniciantes são dispostos em um calendário para 28 dias, criado por Casey Ho, instrutora de Pilates norte-americana, e feito para quem está fora de forma, ou seja com exercícios mais “leves”. Os programas de treino criados por ela são bem dinâmicos e, apesar de os exercícios parecerem fáceis , não são para os sedentários. Apesar disso, são movimentos  bastante funcionais que trabalham todo o corpo.

Nos comentários  dos vídeos há  pessoas relatando as típicas dores pós-exercício. No entanto, quase todos enfatizam os resultados sentidos quando cumprem o plano proposto.

Por enquanto estou em meu 2º dia e o maior reflexo é no abdome, já que no pilates o tônus muscular é  trabalhado desde o início. Logo no começo vemos como a respiração e o hábito de se manter a barriga firme influenciam  na reação dos músculos.

Quanto à alimentação, estou tentando cortar algumas porcarias, mas sem nenhuma mudança brusca.Planejo continuar com o calendário e assim quer ver alguma mudança postarei novamente.