Saindo do Zero (Parte 3) – Dezembro e Janeiro.

De Dezembro até meados de Janeiro minha rotina de exercícios quase zerou devido às férias e alguns compromisso. Voltei a correr na metade de janeiro e me surpreendi por ter conseguido correr bem mais mais do que minha última corrida em Dezembro.

Isso foi possível pois em Janeiro passei uma semana inteiro nadando e jogando bola na praia , o que permitiu que eu me mantivesse em movimento.

Também engordei  2kg nessas semanas, mas já perdi 1kg – o que não faz diferença pra mim, porque não tenho problemas de peso.

Em Janeiro, corri algumas vezes – sempre mantendo os treinos em: 1 corrida longa (até onde eu aguentar) + 1 ou 2 corridas mais curtas.

Não tenho anotadas as datas corretas, mas dentre as corridas” longas” lembro que aumentei progressivamente desde que voltei no meio de janeiro:
-1200m, 1300m e, mais recentemente, 1500m!!! Que surpresa!  Nada mal comparado com meu último registro aqui (800m em novembro) .

Eu não esperava conseguir correr nem 1km no primeiro dia quando retornei, mas consegui correr mais do que isso, 1200m.E a cada treino consegui ou manter a distância do treino anterior ou aumentar de forma progressiva.
Da penúltima vez corri 1300m e agora, 1500m.

– 03/02:   1500m /600m /300m
Entendo a importância de se calcular o tempo  e a frequência cardíaca, mas por por hora manterei como parâmetro de progresso as distâncias percorridas. Também tenho tentado controlar o ritmo e a qualidade das pisadas para não correr o risco de lesar o joelho. Pra quem quiser conferir, tem um canal bem legal cheio de dicas de corrida, o Corrida Perfeita. Tem muitas dicas legais sobre respiração e ergonomia, por exemplo.
Além de correr continuo fazendo Pilates e percebo que meu corpo está bem menos “mole”.

Fato é que não tenho seguido à risca os treinos propostos no Blogilates. Faltam  2 dias do calendário de iniciantes, mas estou me exercitando várias vezes na semana. Considerando que também corro e evito fazer Pilates nesses dias, acho importante inserir folgas na semana para o corpo poder se recuperar.

Ainda dou VÁRIOS deslizes quanto à comida, mas consegui diminuir bastante o consumo de alimentos industrializadas e açúcar. No geral, sinto que no estou muito mais resistente e com mais energia.

Ah sim, há algum tempo tenho  conseguido fazer headstand sem auxílio de paredes. (Ohh!)

Minha flexibilidade não está lá essas coisas ainda, mas continuo me alongando quando lembro.

Resumindo, minha saúde e humor estão muito melhores. Muitas diferenças de quando comecei (27/10/2016) até agora.

Até breve!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s